Problemas com a equipe de trabalho??

Um artigo bem legal sobre como resolver problemas com as equipes no trabalho.

Pintou problema

Não acredito em fórmulas milagrosas para resolver conflitos. Minha preocupação primordial é auxiliar o gestor ou líder a desenvolver habilidades para resolver problemas dessa natureza e melhorar a qualidade de vida de todos. Para facilitar, procuro sempre abordar os conflitos como um sistema. Compreender como ele funciona e como é mantido é importante para mudar a sua estrutura. Essa abordagem é essencial para entender as mudanças que precisam ser feitas para que o sistema volte a operar adequadamente, superando-se, então, o conflito a ser resolvido. Isso implica entender também como você contribui para o conflito em questão.

No contexto empresarial, por exemplo, na direção de uma equipe, você opta por deixar que os conflitos dentro do departamento sejam resolvidos sem sua interferência, desde que o trabalho seja realizado nos prazos estabelecidos e com a qualidade desejada. Apesar da alta produtividade do grupo, você observa muitas discussões e um clima muito tenso no grupo e sente que os conflitos poderiam ser minimizados. O fato de você exercer pouca autoridade sobre sua equipe pode estar contribuindo para aumentar os conflitos. Mas isso é apenas uma suposição. Você precisará testá-la para observar como o sistema reage.

Vamos ponderar sobre o fato de você contribuir para a manutenção de um problema, agindo ou ficando inerte. Partirei do princípio de que nenhum conflito pode ser resolvido sem comunicação e isso supõe não só falar, como também ouvir. Para alcançar uma comunicação eficiente, proponho o desenvolvimento de algumas habilidades:

Congruência

Uma comunicação congruente significa que, ao falar, suas palavras, corpo, tom de voz e ações transmitam a mesma mensagem. Essa habilidade aumenta sua chance de ser escutado, porque gera uma informação coerente e sincera. Se você transmitir “falsidade” ao se comunicar, comprometerá sua credibilidade.

Assertividade

A assertividade supõe que você irá apresentar o seu ponto de vista sem agressividade, respeitando a visão do seu interlocutor. Isso é importante em conflitos, porque se você atacar ou acusar o outro, ele ficará tão preocupado em se defender que deixará de prestar atenção ao que você tem a dizer e qualquer negociação ficará comprometida.

Empatia ou rapport

Para desenvolver empatia com o seu interlocutor, respeite seu ponto de vista, o que não significa concordar com ele. Você criará empatia ao transmitir respeito ao se comunicar com palavras, gestos e tom de voz.

Descrever o conflito

Descreva os fatos de forma simples e objetiva, use palavras que denotem respeito pelo seu interlocutor e que não dão margem à ambigüidade, e evite o uso de rótulos e palavras ofensivas.

Exprimir seus sentimentos

Mostre como você se sente diante dos fatos, assuma a responsabilidade por suas opiniões e sentimentos, não interprete as razões das atitudes do outro.

Acordo

Saber especificar as mudanças desejadas ou os padrões de qualidade esperada de maneira clara, verificar se o acordo é possível levando em conta os obstáculos.

Resultados

Descrever os resultados do acordo, que pode vir como agradecimento, referências sobre seus sentimentos, dinâmica da relação, resultados concretos e/ou recompensas. A resolução de conflitos será apresentada da seguinte maneira: você descreve o que o incomoda, exprime como se sente a respeito, faz um acordo e fala sobre os resultados.

A proposta é que você fale com congruência, ou seja, seu tom de voz, sua linguagem não verbal e o conteúdo da comunicação devem transmitir a mesma mensagem, pois, muitas vezes, ela é a base da credibilidade, sendo suficiente para resolver conflitos.

Mesmo que você exprima o seu ponto de vista com muita habilidade e respeito, seu interlocutor poderá ficar na defensiva e contra-atacar com respostas silenciosas e até “chiliques”. Propor um acordo não é suficiente e você precisa estar preparado para manter o seu ponto de vista ou renegociar o acordo, se julgar adequado.

Outro aspecto que gera desentendimentos é o que chamamos de “conflitos de informação”, que ocorrem quando não conseguimos nos fazer entender. Diante disso, vale a pena destacar algumas propostas para filtrar a qualidade da informação que você recebe, assim como estratégias para não se sentir manipulado ou obrigado a falar algo que você não queira:

  • Organizar, passo a passo, o raciocínio para tomar decisões e aumentar a opção de escolhas;
  • Compreender como o conflito se estrutura e o que é preciso fazer para modificá-lo;
  • Descrever os valores da empresa para todos seus os membros e transformá-los em ações;
  • Analisar se algum valor da organização está sendo violado, o que invariavelmente gera conflitos;
  • Apresentar um modelo prático para coletar informações, esclarecer significados, identificar limites e oferecer mais escolhas nas situações abordadas.

A habilidade de resolver conflitos pode ser aprendida e traz benefícios, como o fato de poder exercer maior influência sobre a sua vida, ter mais instrumentos para construir e melhorar sua qualidade de vida, melhorar seus relacionamentos, fortalecer a auto-estima, a autoconfiança e o auto-respeito.

No ambiente corporativo, os conflitos podem vir de diferentes formas de pressão psicológica como, por exemplo, desconsiderar ou isolar membros de uma equipe, impedir a expressão de idéias e acusar as pessoas injustamente por algo que elas não tenham responsabilidade. A idéia é demonstrar que a resolução de conflitos é uma habilidade a ser desenvolvida, o que aumenta sua capacidade de lidar com adversidades e desafios do dia-a-dia.

(Fonte: Revista Melhor – Gestão de Pessoas, por Karim Khoury, que é professor do Senac São Paulo e diretor da Acordo Consultoria e Treinamento)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s