Alimentos especiais para controle de peso

Por incrível que pareça, já existe esta definição para alguns tipos de alimentos: “Os especialmente formulados e elaborados de forma a apresentar composição definitiva, adequada a suprir parcialmente as necessidades nutricionais do indivíduo e que sejam destinados a propiciar redução, manutenção ou ganho de peso corporal”.

Esses alimentos são divididos em:
a) Alimentos para redução ou manutenção de peso por substituição parcial das refeições ou para o ganho de peso por acréscimo às refeições
b) Alimentos para redução de peso por substituição total das refeições.

Esses alimentos só devem ser ingeridos se recomendado por um médico e/ou nutricionista (ANVISA/Portaria n 30/98, CRN-3 notícias edição nº 82 abri/mai/jun 2006).

“Apesar da crescente busca do consumidor por dietas e produtos que possam auxiliar na diminuição de peso, ou em alguns casos específicos no ganho de peso, deve-se ficar muito claro que nada é melhor que uma alimentação adequada de acordo com sexo, idade e atividade física, entre outros pontos.

Os alimentos adequados, além de promoverem saúde, também podem estar relacionados ao bem estar psicológico e emocional. A cultura alimentar de uma população deve ser preservada, não devemos perder a nossa identidade cultural. Um bom exemplo é o consumo diário de arroz e feijão, que deve continuar e não deve ser substituído pelos lanches ou pelas comidas “fast food’.

Este parece o momento exato de pararmos e pensarmos o quanto nossa alimentação mudou nos últimos tempos. Pensar em como o nosso cardápio diário está lotado de alimentos industrializados. Isso, porém, não significa que devemos parar de consumir esses alimentos “ruins”, mas com certeza temos que diminuir a ingestão diária.

O stress, a obesidade e a depressão assolam cada vez mais as pessoas. É claro que parte desses problemas está relacionada à dieta inadequadas, mas os micronutrientes exercem funções primordiais no organismo e podem, sim, causar vários desequilíbrios fisiológicos. Mas para reverter esse quadro, o indicado não é ingerir suplementos alimentares, e sim aderir um novo hábito alimentar.

O ideal é elaborar e realizar uma refeição equilibrada com tranqüilidade, prazer, saboreando os alimentos, permitindo que nesse momento não haja contato com as notícias de violência, trabalho ou a qualquer outro ponto que o leve a preocupação. O horário das refeições deve ser preservado para alimentarmos físico, psicológico e emocionalmente.

Para finalizar, não posso deixar de dizer: hábitos alimentares saudáveis é a solução para o controle de peso e para a saúde.

por Andréa Galante na Folha de São Paulo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s