Boas piadas não salvam “O segredo dos animais” do tédio

vaca.jpgApesar do visual caprichado, animação da Nickelodeon que entra nesta sexta (27)em cartaz tem história arrastada e nada original

do G1, no Rio 

O bezerro Otis e suas tetas, em ”O segredo dos animais” Alguém já viu um boi com tetas? Pois quem for assistir a “O segredo dos animais”, que chega aos cinemas nesta sexta (27), vai ver um. Aliás, um não, vários bois com tetas. E isso, provavelmente, será a única coisa de que você vai lembrar depois da sessão desse filme nada memorável e irregular.

A animação da Nickelodeon começa muito bem e tem lá seus momentos engraçados, com piadas visuais bem-sacadas e alguns ótimos diálogos, mas se perde no meio do caminho com números musicais em excesso e uma história arrastada e nada original. Resultado: a uma hora e meia de duração parece pesar o dobro na paciência dos adultos e crianças da platéia, apesar do esforço dos produtores, que investiram em um visual CGI impecável.

Na trama, criada pelo também diretor Steve Oederkerk (de “O professor aloprado”, “Ace Ventura” e “Todo poderoso”), os bichos de uma fazenda fazem a festa quando os humanos viram as costas. Eles dançam, cantam, conversam, jogam cartas e andam sobre suas patas. Nesse mundo, vivem Otis, um bezerro adolescente que apronta todas, e seu pai, o boi Ben, líder dos animais. Após a morte de seu pai, Otis herda a liderança do celeiro e tem que aprender a ser um sujeito responsável para poder proteger os bichos de um bando de coiotes maus. E daí para frente já dá para imaginar o que vem.

O longa parece querer atingir diversas faixas etárias, porém acaba não conquistando o coração de nenhuma de verdade. O visual de cores alegres, personagens fofos (vacas, cachorros, pintinhos, cavalos, ratos etc.) e trama simples têm como foco as crianças menores (o que é confirmado pelo fato de que o longa só será lançado em cópias dubladas). Mas o protagonista é visivelmente um adolescente, com comportamento adolescente, interesses adolescentes e problemas adolescentes. Além disso, algumas cenas são de uma violência que beira o sadismo, o que pode surpreender os pais desavisados.

Os pequenos vão se divertir, mas podem não acompanhar a cabeça do protagonista. Os maiores, provavelmente, vão ficar entediados. Aos adultos restam alguns risos aqui e ali e aquela pergunta que não quer calar: o que significa um boi com teta?

por Carla Meneghini

Anúncios

Um comentário sobre “Boas piadas não salvam “O segredo dos animais” do tédio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s