Boas piadas não salvam “O segredo dos animais” do tédio

vaca.jpgApesar do visual caprichado, animação da Nickelodeon que entra nesta sexta (27)em cartaz tem história arrastada e nada original

do G1, no Rio 

O bezerro Otis e suas tetas, em ”O segredo dos animais” Alguém já viu um boi com tetas? Pois quem for assistir a “O segredo dos animais”, que chega aos cinemas nesta sexta (27), vai ver um. Aliás, um não, vários bois com tetas. E isso, provavelmente, será a única coisa de que você vai lembrar depois da sessão desse filme nada memorável e irregular.

A animação da Nickelodeon começa muito bem e tem lá seus momentos engraçados, com piadas visuais bem-sacadas e alguns ótimos diálogos, mas se perde no meio do caminho com números musicais em excesso e uma história arrastada e nada original. Resultado: a uma hora e meia de duração parece pesar o dobro na paciência dos adultos e crianças da platéia, apesar do esforço dos produtores, que investiram em um visual CGI impecável.

Na trama, criada pelo também diretor Steve Oederkerk (de “O professor aloprado”, “Ace Ventura” e “Todo poderoso”), os bichos de uma fazenda fazem a festa quando os humanos viram as costas. Eles dançam, cantam, conversam, jogam cartas e andam sobre suas patas. Nesse mundo, vivem Otis, um bezerro adolescente que apronta todas, e seu pai, o boi Ben, líder dos animais. Após a morte de seu pai, Otis herda a liderança do celeiro e tem que aprender a ser um sujeito responsável para poder proteger os bichos de um bando de coiotes maus. E daí para frente já dá para imaginar o que vem.

O longa parece querer atingir diversas faixas etárias, porém acaba não conquistando o coração de nenhuma de verdade. O visual de cores alegres, personagens fofos (vacas, cachorros, pintinhos, cavalos, ratos etc.) e trama simples têm como foco as crianças menores (o que é confirmado pelo fato de que o longa só será lançado em cópias dubladas). Mas o protagonista é visivelmente um adolescente, com comportamento adolescente, interesses adolescentes e problemas adolescentes. Além disso, algumas cenas são de uma violência que beira o sadismo, o que pode surpreender os pais desavisados.

Os pequenos vão se divertir, mas podem não acompanhar a cabeça do protagonista. Os maiores, provavelmente, vão ficar entediados. Aos adultos restam alguns risos aqui e ali e aquela pergunta que não quer calar: o que significa um boi com teta?

por Carla Meneghini

Um comentário em “Boas piadas não salvam “O segredo dos animais” do tédio

E você, o que pensa?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.