Quem polui mais?

por Thomas Traumann, colunista de política e chefe da sucursal da revista ÉPOCA no Rio de Janeiro

Pesquisa paradoxal na Geophysical Research Letters mostra que a hidrelétrica de Balbina (Amazonas) gera hoje dez vezes mais metano e gás carbônico (dois dos principais gases provocadores do efeito estufa) do que uma termelétrica de tamanho similar movida a carvão mineral. O motivo é que a represa de Balbina foi construída em área florestada, o que provoca decomposição do material orgânico no fundo do lago. A solução, dizem os cientistas, seria que as próximas usinas fossem represadas sobre áreas completamente desmatadas. A pesquisa contradiz o senso comum de que as hidrelétricas são ambientalmente mais limpas do que as usinas a carvão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s