A Amazônia não é nossa

Em O Filtro

Fantástico entrevistou o milionário sueco Johan Eliasch, que está sendo investigado pela Agência Brasileira de Inteligência por suas atividades na Amazônia. “Eu sou uma pessoa que adora árvores e que sempre se preocupou com o desmatamento. Foi assim que me interessei”, justificou-se o empresário. As notícias de que ele vinha comprando terras na Região Amazônica chamaram a atenção dos agentes. Segundo as investigações, Eliasch não tem nenhuma propriedade registrada em seu nome, mas, sim, em nome de um fundo de investimento de que é o principal controlador. Não chega a ser uma ilegalidade, mas aproveita lacunas na legislação brasileira, diz o G1. As principais suspeitas, porém, recaem sobre a ONG Cool Earth, criada por Eliasch. A instituição, que pede doações para a preservação da floresta, seria uma fraude e estaria ligada ao desmatamento de áreas públicas. Leia um perfil do sueco em ÉPOCA (fechado para assinantes) desta semana.

E você, o que pensa?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.