Sou do tempo…

Sou do tempo em que recordações de viagens se guardava em cadernos , com colagens. Lá tinha o ticket da passagem, o papel de bala e o timbrado do hotel. Também se guarda notas, embrulho se presente … Recordações que ganhavam um laço de fita e Iara para a estante. De lá saiam quando queríamos reviver momentos de descobertas. Era um momento individual, tanto criar como revisitar esses “guardados”
Como nãos se pode parar no tempo, agora sou do tempo do Instagram, do Facebook, do smartphone, do selfie.
As recordações estão nas timelines, são compartilhadas com o mundo, ganham “joinhas”e comentários. Estamos nas redes, enfim!
Perdemos em intimidade, ganhamos em interação. Perdemos a solidão, ganhamos, às vezes literalmente, um milhão de amigos.
Sou do tempo em que o saudosismo era intenso. “Aaah, antigamente…” ouvia-se com freqüência. E agora, sou do tempo em que se ouve “Ihhhh, antigamente… “.
Eu fui de um tempo, agora sou de outro e, sabe do melhor, ainda serei de um tempo em que ….
;D
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s