A epidemia do …ista

Assim, as pessoas estão surtadas com essas questões de preconceito. Tudo agora ofende, tudo é racista, sexista, ou qualquer outro …ista.
Na última aula de inglês, discutindo metáforas, significados ocultos, essas coisas, uma colega surtou porque se associou a imagem da mulher à cozinha. E na mídia corre a notícia de que um funcionário entrou na Justiça por danos morais porque no mural da empresa colocaram uma brincadeira: quem trabalhasse naquele setor da economia, não pode ter vida própria (veja aqui: http://classificados.folha.uol.com.br/empregos/2014/11/1543031-oi-e-condenada-por-afixar-mandamentos-da-telefonia-como-nao-teras-feriado.shtml). Até acusar a Gina Indelicada (um perfil de Facebook, pelamordedeus! – https://www.facebook.com/GinaIndelicada) de ser racista porque falou do cabelo ensebado.
Na minha singela opinião, as pessoas emburreceram e, como não conseguem mais identificar o que é uma ironia, uma brincadeira, coloca tudo na conta do preconceito, racismo… blá blá blá… Quando não se consegue identificar o real sentido da fala do outro, da frase, da proposição, entra-se no modo defensiva e a prática mais comum tem sido apontar o dedo e gritar: PRECONCEITO!
O preconceito começa na cabeça dessas pessoas. São elas que alimentam esse sentimento, não deixando a vida fluir. Sim, elas procuram pelo em ovo! Pronto, falei!
==========
E é assim que se estimula as diferenças, sendo diferente.

Emojis terão tons de ‘pele’ diferente do amarelo para ampliar diversidade http://glo.bo/1okYeIW  #G1

ista
=)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s