Tema 11/50: Educação pelo Trabalho: um futuro que já é presente

Não dá para dissociar Educação e Trabalho. Nada mais justo do que fazer educação PELO trabalho.

Desde o dia 21 de janeiro, participo de uma iniciativa A Educação a Distância no Contexto Atual: 50 temas e 50 dias online. A ideias é ter 50 dias de debate online, as contribuições serão compiladas e selecionadas e-book. Essa iniciativa é um projeto do Grupo A, a ABED e o Guia EAD Brasil. Vou compartilhar minhas impressões sobre os temas, por aqui. Ótimos 50 dias para nós. O tema 11 é: Será que o futuro da EaD passar por um formato que seja possível acompanhar os alunos e nutri-los nesse estímulo de aprendizado por toda a vida, onde quer que estejam e caso ingressem no ensino superior, esses cursos/programas EaD com certificações e sua experiência profissional poderão ser convidados, como créditos? Será possível começarmos a pensar em certificações para educação pelo trabalho (WBL)?

Falar em acompanhar os alunos nesse nosso mundo conectado nem é preciso. Com uma simples pesquisa no Google é possível fazer esse acompanhamento, principalmente profissional. Os bancos de dados e os meios de comunicação, juntos, são as ferramentas necessárias para continuar o estímulo de aprendizado dos egressos.

Contudo, esse não é um trabalho simples e exige planejamento e um esforço de inteligência (humana e artificial) para conhecer o egresso e entender como ele quer se manter motivado ao aprendizado. Lembrando sempre que, apesar do desejo por parte da instituição de ensino, a motivação de fato é do egresso. Se não o conhecermos bem nenhuma ação nesse sentido terá efeito concreto.

Ainda não é realidade no Brasil, mas no exterior, alguns MOOCs são aceitos sim como crédito nas universidades. Ou seja, sim, isso é possível. Basta que os MOOCs tenham a qualidade necessária para tal. Com isso, a formação pelo trabalho acaba tendo uma ferramenta de avaliação.

Os alunos de MOOC são, na sua maioria, profissionais em busca de conhecimentos específicos na sua área. Ou seja, ao participar dessa oportunidade educacional, além do aprendizado específico, há a certificação de seu conhecimento prévio adquirido no trabalho. O que é uma forma de certificação possível.

Da mesma forma, no SUS (Sistema Único de Saúde) por exemplo, têm-se o conceito de educação permanente em saúde, certificados por meio de microcursos e onde há a existência de mestrados e doutorados profissionais, voltados para a educação pelo trabalho.

Mesmo existindo iniciativas, admito que são embrionárias e ainda há muito caminho antes de termos uma efetiva educação pelo trabalho em nosso país. E a EaD vai contribuir de forma ativa nesse sentido.

Um dos receios das pessoas, nas discussões diz respeito a validação do conhecimento pelo trabalho. Como certificar algo que parece subjetivo? Quem vai fazer? Com evitar que burlem o sistema?

A subjetividade de avaliação também permeia nossa educação dita formal. A maneira como uma universidade avalia o conhecimento do aluno é diferente de outra. Um professor é diferente de outro. A própria avaliação de entrada também é diferente – compare o ENEM às provas da FUVEST.

Vai ser preciso sim criar uma régua de avaliação, unificar conceitos talvez. E quando se fala em educação pelo trabalho, é mais fácil, porque o próprio fazer confirma o conhecimento. Uma certificação com critérios menos exigentes pode conceder um diploma e até pode até fazer você entrar no mercado. Mas para se manter lá, vai ser preciso mostrar que sabe fazer. Na real, essa vai ser a validação.

Mas esse é um mundo novo. Como é tudo novo, vai ser preciso experimentar algumas coisas. Sem medo de ser feliz!

=)

Para ir mais longe:

Em Londres, existe o Assessment Prior Learning (APL), onde o conhecimento do indivíduo é validado pelas certificações que ele já tem e também pela sua experiência e atuação profissional.

No artigo Work-based learning: a nova geração do E-learning?, de Carmem Maia, você pode saber um pouco mais sobre o conceito de Educação pelo Trabalho.

E você, o que pensa?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.