Tema 16/50: Como garantir que o aluno atrás da tela é ele mesmo?

Senha e fé no ser humano. Só isso garante a identidade do aluno na educação online

Desde o dia 21 de janeiro, participo de uma iniciativa A Educação a Distância no Contexto Atual: 50 temas e 50 dias online. A ideias é ter 50 dias de debate online, as contribuições serão compiladas e selecionadas e-book. Essa iniciativa é um projeto do Grupo A, a ABED e o Guia EAD Brasil. Vou compartilhar minhas impressões sobre os temas, por aqui. Ótimos 50 dias para nós. A apresentação do tema 16 é: Como garantir que o aluno virtual seja o real? Ninguém garante, com absoluta certeza, que é o aluno matriculado quem realmente participa das atividades online dos cursos. Quais métodos poderiam ser utilizados para garantir que o aluno virtual é de fato o real? Tem algum case interessante para compartilhar?


A garantia de veracidade de identidade e da autoria nas intervenções se dá pelo contrato – inclusive moral! – entre aluno e instituição. E toda e qualquer quebra de contrato deve ser severamente punida.

Em relação a parte técnica, os ambientes protegidos por senha, avaliações somativas que são filmadas (com anuência do aluno) são mecanismos que podem colaborar com a segurança.

No mais, gosto de acreditar no ser humano, mesmo que, às vezes, ele me desiluda.

=/


post scriptum

Se observarmos a sala de aula presencial hoje, nem mesmo nela temos a garantia do aluno ali, presente. O corpo pode estar, mas a mente, muitas vezes, não.

E você, o que pensa?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.